Inglaterra
Título da sub-17 completa um 2017 excelente para a Inglaterra, com conquistas da Copa do Mundo sub-20 e da Euro sub-19 (Foto: Reprodução/Twitter)

A Inglaterra sub-17 encantou a todos pela impecável campanha na Copa do Mundo da categoria, realizada na Índia. Na decisão em Calcutá, os Little Lions encararam a Espanha, que saiu na frente com um 2 a 0 ainda no primeiro tempo.

VEJA TAMBÉM:
A luz no túnel de Claudio Bravo
Nível hard: você sabe quais são os jogadores emprestados pelo Chelsea?
Jürgen Klopp precisa manter os pés no chão, se quiser voar alto
Torcedor de 9 anos presenteia craque do time com £5 após vitória sobre o Man United

Resiliente, organizada e eficiente pelos lados do campo, os ingleses viraram no segundo tempo com o histórico placar de 5 a 2, completando um 2017 histórico para a base inglesa, também campeã na Copa do Mundo sub-20.

Mas quais são as histórias por trás desta geração? A BBC Sport reuniu seis pontos curiosos sobre alguns dos jogadores que você provavelmente nem imaginava…

Tal pai, tal filho

Inglaterra sub-17
Angel Gomes ainda pode jogar por Portugal ou Angola como profissional, mas título deve mantê-lo na Inglaterra (Foto: Reprodução/Twitter)

O pai de Angel Gomes teve importante papel aconselhando o filho neste mundial. Nada melhor do que a sabedoria de quem já esteve lá: Gil Gomes foi campeão por Portugal na Copa de base da FIFA em 1991, num time que tinha Luis Figo, Rui Costa e João Pinto.

A carreira do pai não foi tão estrelar quanto a deste trio, encerrando a carreira em pequenas equipes inglesas como Hendon, Middlewich, Salford e Hyde. A passagem pela Inglaterra foi determinante para que Angel nascesse em Londres.

Meia-atacante, Angel está no Manchester United desde os 13 anos. Entretanto, já circulava pelo centro de treinamento de Carrington muito antes por ser nada mais nada menos do que primo do ex-winger dos Red Devils Nani, hoje na Lazio.

Inglaterra sub-17
Angel Gomes é primo de Nani e fã de Cristiano Ronaldo (Foto: Arquivo Pessoal/Angel Gomes)

Apesar do pouco espaço na equipe principal, já marcou seu nome na história ao substituir Wayne Rooney nos minutos finais da última partida da Premier League em 2016/17, tornando-se o mais jovem debutante da equipe desde Duncan Edwards em 1953.

Derrota de 23 a 0 na estreia

O goleiro Curtis Anderson foi um dos destaques da campanha, com quatro gols sofridos em cinco jogos e boas defesas. Selecionado por Pep Guardiola para treinar com a equipe principal na pré-temporada, Anderson teve uma estreia pra lá de agitada no futebol.

Curtis Anderson defendeu e marcou na decisão de pênaltis contra o Japão nas oitavas (Foto: Reprodução/Twitter)

Em sua primeira partida oficial da vida pelo sub-8 do Crookland Casuals, levou simplesmente 23 gols do Furness Rovers. “Pelo menos eu estive ocupado o dia todo, diferente do goleiro do Furness”, teria dito Anderson na ocasião.

A mudança chegou com a transferência para o Blackpool, e depois para o Manchester City £15 mil em 2012 com apenas 11 anos. Anderson marcou e defendeu pênaltis na crucial disputa com o Japão nas oitavas-de-final.

Uma questão de família

Famílias com gerações e gerações de jogadores de futebol não são novidade no futebol, mas nada impede da família Sessegnon estar bem orgulhosa. Steven Sessegnon, responsável por duas assistências na final, esteve em todas as partidas do mata-mata.

Inglaterra sub-17
Steven Sessegnon deu duas assistências na final contra a Espanha (Foto: Reprodução/Twitter)

A questão é que talvez nem seja o melhor da família. Seu irmão gêmeo Ryan, que não esteve com a seleção sub-17, foi fundamental para a arrancada do Fulham na reta final da última Champioship, com cinco gols em 25 jogos pelos Cottagers.

Ryan foi o artilheiro da Euro sub-19 em julho, com direito a vitória sobre a Alemanha na final. O Tottenham Hotspur, por sinal, tentou contratá-lo por £25m na última janela. Ah, lembra do Stephane Sessegnon, ex-Sunderland e West Bromwich? É primo deles.

O menino da Inglaterra que deixou Pep Guardiola sem palavras

Eleito o melhor jogador do mundial, Phil Foden tem impressionado desde muito antes da Inglaterra sub-17. Em junho de 2008, o time de base Reddish Vulcans anunciou que o então meia de oito anos estava a caminho do Manchester City.

“Anotem esse nome, coordenação e uma perninha esquerda que vocês não vão acreditar”, profetizou a equipe na época. Em julho de 2017, os elogios vieram de Guardiola, encantado com a performance do garoto na pré-temporada.

Inglaterra sub-17
Phil Foden foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo sub-17 (Foto: Reprodução/Twitter)

“Faz muito tempo que não via algo parecido com isto. A atuação dele foi de outro nível. Eu não tenho palavras – eu gostaria de ter as palavras certas para descrever o que eu vi”, disse o espanhol após a estreia de Foden contra o United no amistoso em Houston (EUA).

Ele, ao lado de Brahim DiazJadon Sancho, vendido ao Borussia Dortmund, foram citados pelo presidente Khaldoon al-Mubarak como os atletas da base que iram competir forte na equipe principal. Com dois gols na final sobre a Espanha, Foden sai na frente.

Josh, Zac e George

O irmão mais velho de George McEachran, Josh, representou a Inglaterra em todas as categorias, da sub-16 a 21, e jogou a Liga dos Campeões. No entanto, nunca entregou o que se esperava no Chelsea. Hoje, na maior parte das vezes, é reserva no Brentford.

Inglaterra sub-17
George McEachran espera ter melhor sorte que seus irmãos (Foto: Reprodução/Twitter)

Zac McEachran estava, assim com os irmãos George e Josh, na base do Chelsea antes de ser dispensado aos 14 anos. Chegou a passar pelo Banbury, da sétima divisão, antes de assinar com a V9 Academy, mantida pelo atacante Jamie Vardy, do Leicester City.

Filho do apito

A experiência internacional do técnico da Inglaterra sub-17, Steve Cooper, se resume às partidas qualificatórias iniciais da Liga Europa com o modesto Bangor, do País de Gales. Seu pai, no entanto, foi mais longe como árbitro. Keith Cooper trabalhou em jogos das eliminatórias para a Eurocopa e em três temporadas da Premier League.

Inglaterra sub-17
Steve Cooper obteve sua licença máxima da UEFA com apenas 27 anos (Foto: Reprodução/Twitter)

Steve se tornou um dos mais jovens técnicos a obter a licença UEFA Pro com apenas 27 anos. Após passagens pelo Wrexham e Liverpool, foi escolhido como técnico da Inglaterra sub-16 em 2014. Agora, é um técnico campeão mundial.

Keith Cooper
Pai de Steve, Keith Cooper foi árbitro da Premier League por três temporadas (Foto: Reprodução/Twitter)

 

SHARE

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e apaixonado por futebol – especialmente o inglês. Co-administrador do site Premier League Brasil

LEAVE A REPLY