O atacante Wayne Rooney anunciou nesta quinta-feira (23) sua permanência no Manchester United após os rumores de que estaria se transferindo para o futebol chinês ao fim da atual temporada. Segundo a Skysports, a oferta salarial do Tianjin Quanjian, principal interessado, era de 750 mil libras por semana, o que transformaria Rooney no jogador de futebol mais bem pago do mundo.

Veja mais:

Em nota oficial, Rooney disse que quer “despistar sobre os últimos rumores que saíram na imprensa”. O problema é que os rumores cresceram e se tornaram negócio praticamente fechado na tarde de ontem, quando os valores a serem pagos por algum clube chinês, que poderia ser o Tianjin, clube treinado por Fabio Cannavaro, ou o Guangzhou Evergrande, time treinado por Luiz Felipe Scolari, foram divulgados.

Na reportagem do Daily Mirror, os números a serem pagos a Rooney chegavam a 15 milhões de reais por mês, quatro milhões a mais do que ganha o argentino, também ex-Manchester United, Carlitos Tevez, que recebe cerca de 11 milhões também na China.

“Estou grato, quero acabar com as especulações recentes e dizer que fico no Manchester United”. Essa declaração do camisa 10 e maior artilheiro do Manchester United com 204 gols marcados já seria satisfatória para garantir a permanência do “Shrek” nos Red Devils. Mas o que ascendeu sua idolatria com a torcida vermelha de Manchester foi o segundo trecho de sua nota oficial.

“Eu acredito que vá jogar aqui e ter um papel importante para ajudar a equipe conquistar o sucesso nas quatro competições. É um momento excitante do clube e eu quero fazer parte disso”. Rooney não vem sendo titular com José Mourinho, mas o atacante quer voltar a ser importante ao United. Após 12 anos na equipe e aos 31 de idade, Rooney realmente poderia largar tudo, fazer o “pé de meia” e não ter mais que atuar em alto nível, mas quer mais.

Sempre compromissado, o inglês sofre com algumas lesões desde a temporada passada, mas até Mourinho entende a importância dele para o grupo de jogadores. Rooney ainda é o principal líder da equipe e o maior ídolo do elenco atual.

A nota oficial que despista sobre qualquer negociação e garante a permanência do “Shrek” são as maiores provas de amor que veremos a um clube por parte de um jogador nos últimos tempos. O salário pago pelos chineses seria fora dos padrões para o futebol atual – como já são os salários pagos na China – e poucos negariam o contrato quase bilionário que seria assinado por ele na Ásia.

O Manchester United se reforça e muito para o restante da temporada. Melhor que qualquer contratação é ter um ídolo com vontade de estar ali.

Pelo bem de todos e felicidade geral da nação (Red Devil) Rooney disse ao povo que fica.

SHARE
Estudante de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina. Fã do futebol europeu.

LEAVE A REPLY