O atacante Wayne Rooney anunciou nesta quinta-feira (23) sua permanência no Manchester United após os rumores de que estaria se transferindo para o futebol chinês ao fim da atual temporada. Segundo a Skysports, a oferta salarial do Tianjin Quanjian, principal interessado, era de 750 mil libras por semana, o que transformaria Rooney no jogador de futebol mais bem pago do mundo.

Veja mais:

Em nota oficial, Rooney disse que quer “despistar sobre os últimos rumores que saíram na imprensa”. O problema é que os rumores cresceram e se tornaram negócio praticamente fechado na tarde de ontem, quando os valores a serem pagos por algum clube chinês, que poderia ser o Tianjin, clube treinado por Fabio Cannavaro, ou o Guangzhou Evergrande, time treinado por Luiz Felipe Scolari, foram divulgados.

Na reportagem do Daily Mirror, os números a serem pagos a Rooney chegavam a 15 milhões de reais por mês, quatro milhões a mais do que ganha o argentino, também ex-Manchester United, Carlitos Tevez, que recebe cerca de 11 milhões também na China.

“Estou grato, quero acabar com as especulações recentes e dizer que fico no Manchester United”. Essa declaração do camisa 10 e maior artilheiro do Manchester United com 204 gols marcados já seria satisfatória para garantir a permanência do “Shrek” nos Red Devils. Mas o que ascendeu sua idolatria com a torcida vermelha de Manchester foi o segundo trecho de sua nota oficial.

“Eu acredito que vá jogar aqui e ter um papel importante para ajudar a equipe conquistar o sucesso nas quatro competições. É um momento excitante do clube e eu quero fazer parte disso”. Rooney não vem sendo titular com José Mourinho, mas o atacante quer voltar a ser importante ao United. Após 12 anos na equipe e aos 31 de idade, Rooney realmente poderia largar tudo, fazer o “pé de meia” e não ter mais que atuar em alto nível, mas quer mais.

Sempre compromissado, o inglês sofre com algumas lesões desde a temporada passada, mas até Mourinho entende a importância dele para o grupo de jogadores. Rooney ainda é o principal líder da equipe e o maior ídolo do elenco atual.

A nota oficial que despista sobre qualquer negociação e garante a permanência do “Shrek” são as maiores provas de amor que veremos a um clube por parte de um jogador nos últimos tempos. O salário pago pelos chineses seria fora dos padrões para o futebol atual – como já são os salários pagos na China – e poucos negariam o contrato quase bilionário que seria assinado por ele na Ásia.

O Manchester United se reforça e muito para o restante da temporada. Melhor que qualquer contratação é ter um ídolo com vontade de estar ali.

Pelo bem de todos e felicidade geral da nação (Red Devil) Rooney disse ao povo que fica.

SHARE
Estudante de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina. Apaixonado por futebol inglês desde os Invencibles do Arsenal em 2004. Bergkamp é o rei de Londres, Henry é o príncipe.

LEAVE A REPLY