No dia 12 de janeiro, todos foram pegos de surpresa quando o técnico do West Ham, Slaven Bilic, disse: “Payet não quer mais jogar conosco”. Para os Hammers, as palavras soaram como uma adaga entrando no coração, criando o cenário do principal jogador da equipe forçando a sua saída.

Após um grande ano de 2016, em que foi peça chave no West Ham e destaque da seleção francesa na Eurocopa, o atleta demonstrou o seu potencial para o mundo. E a pergunta feita por muitos com a sua provável saída é: quão importante é Dimitri Payet para os Hammers? Assim, demonstramos alguns dados, colhidos do WhoScored.com, que apontam qual seria o tamanho da perda do meia.

Junto com N’Golo Kante, Payet foi indiscutivelmente o jogador que chegou na última temporada que mais causou impacto na Premier League. Em 2015/2016, foram nove gols, 12 assistências e uma campanha que credenciou o clube como forte candidato a vaga em torneios continentais na jornada seguinte.

Além disso, com Payet em campo, os Hammers possuem ótimos números ofensivos: em média, são 1,67 gols por partida na Premier League, enquanto sem ele a estatística cai para 0,92 tentos anotados. Também sem o meia, a porcentagem de vitórias do West Ham cai de 41,3% para 25%. Dados que demonstram o seu valor para o elenco.

Durante a sua passagem por Londres, Payet se tornou um especialista em assistências e na criação de jogadas. Nenhum jogador deu mais passes importantes que ele em todas as cinco principais ligas da Europa nesta temporada, sendo 74 no total. De Bruyne, o segundo da lista, tem apenas 58.

Se comparado aos companheiros de West Ham, a diferença é ainda maior. Somados, Lanzini (21 passes importantes) e Antonio (17 passes), segundo e terceiro respectivamente na estatística, criaram apenas 51% do que Payet tem feito pelo clube. Uma diferença gigantesca.

A importância de Payet em diversas estatísticas (Via: WhoScored.com)

Vale ressaltar que muitos desses passes tem acontecido sem uma peça chave no ataque. Com as equivocadas contratações de Calleri e Zaza – que já foram descartados por Bilic –, e a lesão de Andre Ayew, que deixou o atleta fora de muitos jogos, Payet segue servindo Andy Carroll, que anotou apenas 3 gols nesta Premier League.

Mesmo sem um homem gol para servir, o francês participou diretamente de 33% dos 88 gols do West Ham desde a sua contratação. Na atual temporada, apesar do futebol apresentado ser abaixo do esperado, em 18 aparições ele já anotou 2 gols e assistiu 6 vezes. Números que o credenciam, ao lado de Michail Antonio, como o principal jogador do time na jornada.

Muitos são os motivos especulados para que Payet tenha forçado a sua saída. De problemas familiares a perspectivas maiores em outros clubes. Certamente, aos 29 anos, o talentoso meia francês ainda tem muita carreira pela frente. Com os dados que mostram o quão importante ele é para a sua atual equipe, os Hammers devem torcer para que ele siga no clube e o tradicional “We’ve got Payet” continue sendo entoado nas arquibancadas por muito mais tempo.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY