Nesta terça (14), Inglaterra e Brasil se enfrentarão no estádio de Wembley, por um amistoso, já que ambas equipes estão classificadas para a próxima Copa do Mundo.

Com uma relação amigável, brasileiros e ingleses têm ótimas histórias para se contar. O maior campeão mundial é um dos países que têm mais jogadores na Premier League. Na Seleção, sete nomes jogam na Terra da Rainha. Os inventores do futebol aproveitam esses talentos canarinhos e mostram-se cada vez mais “abrasileirados” no jogo, com jogadas criativas em altíssima velocidade com Sterling, habilidade com Dele Alli e o faro de gol com Harry Kane.

Leia mais:
Os 10 brasileiros de maior sucesso da história do futebol inglês
Os 10 maiores artilheiros da Premier League

O pai do futebol brasileiro
No fim do século XIX, um boleiro inglês chega ao Brasil. Com um bigode farto, um calção preso por um cinto e uma camisa comprida, Charles Miller foi um dos maiores ícones do futebol brasileiro.

John Miller, pai de Charles, mandou dois dos seus filhos à Inglaterra – mais especialmente em Southampton. Algum tempo depois, Charles também fora à cidade inglesa. Brevemente, encantou-se com o ambiente futebolístico, onde, nas escolas inglesas, era algo normal. Porém, somente em 1863 que a Universidade de Cambridge decidiu criar suas próprias regras, determinando o nascimento formal do futebol.

Inglaterra Brasil Splash

Charles, logo de cara, demonstrou habilidade com a bola e fez com que um treinador o chamasse para jogar no time da escola Banister Court, que havia vencido seis dos sete campeonatos da liga do sul da Inglaterra. Fora e dentro de campo, Miller foi brilhante, sendo um dos responsáveis em organizar partidas na Inglaterra.

Quando voltou ao Brasil, deparou-se com ingleses jogando críquete, embora serem os únicos a saber o quê era futebol. Porém ele não desistiu. Ensinou o “beabá” do futebol: chutar, passar, driblar, etc. Quem era bom, ia para o São Paulo Railway, time da empresa que empregava sua família aqui no Brasil. Assim ele começou a organizar e formalizar as primeiras partidas de futebol no país.

A importância dos jogadores brasileiros na terra da rainha
Se Charles Miller foi responsável pela origem do futebol no Brasil, Coutinho, Jesus e cia ajudam a tornar a Premier League mais “abrasileirada” com mais ginga, dribles e lances de improviso, e isso vem dando certo para os seus clubes.

Em entrevista, Craig Johnston, pentacampeão nacional pelo Liverpool na década de 80, elogiou muito o brasileiro Philippe Coutinho, estrela do time de Merseyside. Para ele, o camisa 10 “faz jogadas geniais com uma mentalidade rápida em uma velocidade extremamente alta”, caracterizando um estilo brasileiro de jogar futebol.

Clubes brasileiros contra ingleses
Os brasileiros e ingleses já se enfrentaram em diversas situações. Em 1948, aconteceu um amistoso que homenageou Charles Miller, que deu o pontapé inicial para um jogo entre São Paulo e Southampton, times que representavam duas cidades que o inglês foi determinante para uma melhor organização e manifestação do futebol.

Em mundiais de clubes, brasileiros e ingleses já se enfrentaram quatro vezes, tendo três títulos para o Brasil – Corinthians, em 2012, contra o Chelsea, São Paulo contra o Liverpool, em 2005, e Flamengo sobre o Liverpool, em 1981 – e um para a Inglaterra, em 1999, com o Manchester United sobre o Palmeiras.

Jogos entre Inglaterra contra o Brasil sempre trazem uma esperança de grande jogo e ótimos lances, como a defesa de Gordon Banks na cabeçada de Pelé ou como o gol de Ronaldinho em 2002.

SHARE

Ex-Esporte Interativo, formado em Jornalismo e Sociologia e apaixonado pela Premier League.
Twitter: @pedrohnramos

LEAVE A REPLY