Os alviazuis do Brighton querem se manter na elite do futebol inglês (Foto: Paul Hazlewood/brightonandhovealbion.com)

O passo da Championship para a Premier League costuma ser muito largo para determinados clubes de menor expressão quando conseguem o acesso. Afinal, tudo muda: as receitas de bilheteria e televisão aumentam, mas o nível dos adversários também cresce.

Sendo assim, é natural que a primeira temporada na divisão principal seja uma luta pela sobrevivência. Mas os dois novatos da edição atual não tem corrido tantos riscos nas rodadas iniciais do campeonato.

As campanhas de promoção de Brighton e Huddersfield Town foram emocionantes. O primeiro disputou o título até a última rodada com o grande Newcastle, que terminou o campeonato com um ponto a mais que os Seagulls.

Já o segundo conseguiu a vaga nos playoffs, após vencer o Reading por 4 a 3 nos pênaltis, com mais de 76 mil pessoas em Wembley.

Leia mais:
5 curiosidades que você provavelmente não sabia sobre a Premier League
Kevin De Bruyne: a máquina de passes
O maior artilheiro de cada continente na Premier League

Embora já tivessem competido na primeira divisão da Liga Inglesa em outros momentos, na era Premier League a atual temporada é o debute dos dois clubes, que têm obtido bons resultados até agora.

Apesar da estreia com derrota para o Manchester City, o Brighton tem duas vitórias, dois empates e quatro derrotas em oito jogos.

Os alviazuis garantiram um ponto contra as boas equipes do Watford e do Everton, além de vencer o concorrente ao acesso da temporada anterior, o Newcastle, e o West Brom, que vem em um bom momento desde o fim da edição passada.

Por outro lado, o Huddersfield Town tem um início até melhor que o companheiro de estreia. Os Terriers têm uma campanha de duas vitórias, três empates e três derrotas nas primeiras oito rodadas.

O time estava invicto até a quarta rodada, após ter vencido o Crystal Palace por 3 a 0, o Newcastle por 1 a 0 e empatado com o Southampton por 1 a 1. Mas o momento atual é ruim, já que vem de duas derrotas seguidas.

Em meio a campanhas de altos e baixos, os times têm jogadores que podem ser protagonistas de uma temporada de estreia. Do lado do Brighton, os principais destaques são o lateral e capitão Bruno Saltor, ex-Valência, e o atacante Tomer Hemed, que já marcou dois gols e deu uma assistência nas primeiras rodadas da atual temporada.

A esperança do Huddersfield Town de continuar na Premier League está depositada no faro de gol da principal contratação da equipe para a competição.

Steve Mounie marcou 14 gols pelo Montpellier na última temporada do Campeonato Francês, e começou bem a aventura em solo inglês. Já foram dois gols marcados em quatro jogos.

A torcida do Huddersfield Town conta com o artilheiro Mounie para fazer uma boa campanha de estreia (Foto: David Rogers/Getty Images)

Considerando os primeiros resultados, que não são primorosos, mas também não comprometem por enquanto a permanência das equipes na Premier League, surge a grande questão: o que esperar dos novatos na atual temporada?

Não dá para prever se Brighton e Huddersfield Town vão continuar na elite inglesa na edição seguinte, mas os clubes parecem ter condições de batalhar pela sobrevivência.

Para enfrentar o longo caminho da primeira divisão, os clubes terão que preservar o espírito lutador que os levou até ela.

LEAVE A REPLY