O Tottenham Hotspur vive uma seca de títulos que dura desde a temporada 2007/2008, quando conquistou a Copa da Liga Inglesa após vitória sofrida diante do Chelsea por 2 a 1 com gol do zagueiro Jonathan Woodgate na prorrogação.

Na época, o búlgaro Dimitar Berbatov ainda era o craque da equipe. Gareth Bale era um jovem de 18 anos que ainda vestia a camisa 16(!), vinha conquistando seu espaço na equipe profissional – inclusive marcou o primeiro gol do time na Copa da Liga Inglesa, diante do Middlesbrough – e acabou conquistando seu único título pelos Spurs. O capitão do Tottenham era o ídolo Robbie Keane e o goleiro era Paul Robinson, ex-goleiro do English Team.

O Tottenham fez ótima campanha no torneio, eliminando o Middlesbrough, o Blackpool e o Manchester City antes de chegar às semifinais para enfrentar o rival Arsenal, que mantinha um tabu de 10 anos contra os Spurs. Com direito a show de Jermaine Jenas(!), que marcou um gol e deu 2 assistências, além de um gol contra de Bendtner, atacante do Arsenal que tinha apenas 19 anos na época, o Tottenham marcou 5 a 1 diante dos Gunners em White Hart Lane, antes de chegar à final e vencer o Chelsea.

tottenham keane
Robbie Keane era o capitão do Tottenham em 2008 (Reprodução/PA Images)

O Tottenham ainda tinha no elenco o brasileiro Gilberto, que fez sua única temporada em 2007/08 e foi contratado após fazer sucesso no Hertha Berlim, fato que não se repetiu no clube inglês. Danny Rose, hoje titular da equipe e da seleção inglesa, era um jovem de 17 anos que vestia a camisa 37 e que recebeu poucas chances naquela temporada.

O time ainda contava com nomes nostálgicos para a torcida dos Spurs como o lateral Lee Young-Pio, os zagueiros Pascal Chimbonda e Ledley King, os meias Kevin-Prince Boateng, Adel Taarabt, Tom Huddleston e Steed Malbranque e os atacantes Darren Bent e Jermain Defoe.

Quando o Tottenham ganhou seu último título, o Chelsea ainda não havia conquistado a UEFA Champions League e ainda contava com Andriy Shevchenko no elenco. O Liverpool ainda era o maior campeão da história do Campeonato Inglês e era o último clube do país a ter conquistado a Liga dos Campeões – em 2005.

Fernando Torres havia acabado de ser contratado pelos Reds e Harry Kewell ainda fazia parte do elenco do clube. O Manchester United ainda contava com Gerard Piqué e era o atual campeão inglês. Gilberto Silva e Jens Lehmann ainda eram jogadores do Arsenal. O artilheiro do Manchester City na temporada foi Elano (!) com 10 gols.

Kaká era o atual ganhador do prêmio de Melhor Jogador do Mundo pela FIFA e pela France Football. A dinastia Messi e Cristiano Ronaldo ainda não havia começado e ambos não tinham conquistado nenhuma das nove Bolas de Ouro que tem juntos.

Ronaldinho Gaúcho era jogador do Barcelona e Thierry Henry fazia sua primeira temporada pelo clube. Raul e Van Nistelrooy formavam a dupla de ataque do Real Madrid, que ainda contava com Robinho no elenco. Oliver Kahn ainda era o camisa 1 do Bayern de Munique, que ainda contava com Willy Sagnol e Zé Roberto no plantel.

No Brasil, o Corinthians estava disputando a Série B do Campeonato Brasileiro e ainda não tinha Libertadores. O Palmeiras só tinha uma queda para a segunda divisão e havia acabado de se sagrar campeão paulista. O São Paulo ainda não havia conquistado o tricampeonato brasileiro e Neymar ainda frequentava as categorias de base do Santos. O Atlético-MG não tinha Copa do Brasil e muito menos Libertadores. O Cruzeiro acabava de apresentar um jovem chamado Ramires, vindo do Joinville.

O atual campeão da Copa do Brasil era o Fluminense e o último artilheiro do Campeonato Brasileiro havia sido Josiel, do Paraná Clube. O Grêmio era o atual vice-campeão da Libertadores e a maior contratação do Internacional para a temporada havia sido o atacante Gil, ex-Corinthians, o da lei.

Adriano, o Imperador, ainda era uma esperança de gols para a Internazionale de Milão e era considerado o substituto natural de Ronaldo com a camisa 9 da Seleção Brasileira. O último título da seleção espanhola havia sido a Eurocopa de 1964 e Pep Guardiola era apenas um assistente técnico do Barcelona.

A seleção inglesa acabava de viver um de seus maiores vexames da história e não se classificou para a Eurocopa de 2008.

A atual campeã do mundo era a Itália e a última campeã europeia de seleções havia sido a Grécia. O Milan era o campeão europeu de clubes e havia acabado de vencer o Mundial contra o Boca Juniors.

O mundo do futebol era tão diferente que atletas como Juninho Paulista, Vampeta, Romário, Nwankwo Kanu, Jay Jay Okocha, Lilian Thuram, Paolo Maldini, Pavel Nedved, Edgar Davids, Patrick Kluivert, Philip Cocu, Francesco Toldo, Vincenzo Montella, Oliver Neuville e Bernd Schneider ainda eram atletas profissionais. Outro fato interessante é que Gianluiggi Buffon, no início da temporada 2007/08, ainda tinha “apenas” 29 anos.

O Tottenham vive um jejum de nove anos sem título. O clube tem uma única chance de encerrar o jejum ainda nesta temporada: a Copa da Inglaterra. Os Spurs encaram o Wycombe Wanderes pela quarta fase do torneio no sábado, dia 28 de janeiro, às 13h, horário de Brasília.

SHARE

Estudante de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina. Apaixonado por futebol inglês desde os Invencibles do Arsenal em 2004. Bergkamp é o rei de Londres, Henry é o príncipe.

LEAVE A REPLY