A Premier League é uma das competições que mais têm jogadores com nacionalidades diferentes. E como estamos perto da próxima Copa do Mundo, decidimos criar uma lista com alguns nomes históricos que representaram seus países jogando em terras inglesas, seguindo a ordem dos grupos sorteados no começo do mês.

Leia mais: 

O efeito Harry Kane

Os 11 gols mais bonitos de Thierry Henry no Arsenal

Philippe Coutinho: o pequeno mágico na terra da rainha

 

Grupo A

Arshavin 'shocked' by retirement claims
Getty Images

Rússia – Arshavin

A Rússia teve poucos jogadores atuando na Premier League. O mais histórico é o atacante Andrey Arshavin. Em cinco temporadas, o russo virou ídolo do Arsenal.

Egito – Salah

Artilheiro da atual temporada e recém-chegado ao Liverpool, Mohamed Salah é um dos principais jogadores da competição. Em 16 jogos até aqui, o egípcio marcou 13 gols e é um dos maiores jogadores do Egito na história da Premier League.

 

 

Arábia Saudita – Nenhum

A Arábia Saudita é uma das poucas nações que nunca tiveram jogadores na Premier League.

Uruguai – Suárez

31 gols em 33 jogos, prêmio de melhor jogador da temporada e quase chegou ao título da liga. A temporada 2013/14 foi quase perfeita para o Liverpool e para Luis Suárez, fazendo com que ele se tornasse o uruguaio com maior destaque na Premier League. Polêmico, o jogador participou de quatro temporadas pelos Reds. 

 

 

Grupo B

Getty Images

Portugal – Cristiano Ronaldo

Um dos maiores jogadores da história do futebol e vencedor de cinco prêmios de melhor jogador do mundo, Cristiano é o português que teve mais destaque em todas as edições da Premier League. O atacante teve uma brilhante passagem pelo Manchester United, alcançando o título da Liga dos Campeões, além dos três campeonatos da Premier League.

Marrocos – Boufal

Com duas temporadas no Southampton, Boufal é o representante da seleção marroquina na Premier League. Apesar de não ter marcado tantos gols, o único feito nesta temporada foi ter vencido o prêmio de gol mais bonito do mês de novembro.

 

Espanha – Fàbregas

Doze temporadas jogando na Inglaterra – mais especificamente em Londres – 327 jogos na Premier League, 110 assistências e 49 gols são os números de um dos maiores espanhóis de todos os tempos na Premier League. Revelado pelo Barça, tendo uma breve passagem pela Catalunha de 2012 a 2014, Césc Fàbregas fez a maior parte da sua carreira jogando no Arsenal e Chelsea.

Irã – Dejagah

Um dos menos conhecidos desta lista é o iraniano Dejagah. Com 49 partidas pelo Fulham na Premier League, o meia marcou cinco gols e deu três assistências.

 

Grupo C

Arsenal legend Thierry Henry led the gunners to numerous triumphs
Getty Images

França – Henry

Um dos maiores jogadores da história do Arsenal, o francês é um dos grandes jogadores da Premier League. Foi campeão duas vezes, além de ser vencedor de 10 prêmios individuais – 2 “Melhor Jogador do Ano”, 4 “Golden Boot” e outros 4 “Melhor Jogador do Mês”.

Austrália – Cahill

Sete temporadas, 323 jogos, 56 gols, 22 assistências e somente um time: o Everton. Este é o histórico de Tim Cahill, o maior jogador australiano de todos os tempos na Premier League. O meia é um dos melhores cabeceadores da história, já que praticamente metade de seus gols foram pelo alto.

Peru – Solano

Jogador histórico da Premier League, Nolberto Solano faz parte do seleto grupo de jogadores que passaram de 300 jogos na competição. O meia marcou 49 gols em seus 10 anos de carreira na Inglaterra, sendo um dos 5 maiores goleadores sul-americanos da competição.

Dinamarca – Eriksen

Atual meio-campista do Tottenham, o dinamarquês vem chamando a atenção de gigantes da Europa, como o Real Madrid. Nesta semana, ele chegou à marca de 150 jogos na Premier League. Na Copa, o craque deverá ser o jogador que levará a seleção nas costas.

Grupo D

Getty Images

Argentina – Aguero

O maior artilheiro da história do Manchester City, Sergio Aguero, pode ser considerado o jogador argentino com mais relevância no futebol inglês, ganhando até de Tévez. Apesar de ter triunfado somente um Golden Boot, o atacante sempre está na listas de maiores goleadores da temporada. Nesta, ele já tem nove gols marcados em 11 participações, perdendo para apenas para Kane, com 12, e para o surpreendente Salah, com 13.

Islândia – Gudjohnsen

Com passagens em quatro clubes da Inglaterra, o islandês fez sua história no Chelsea na era Abramovic. Chegando em 2000 ao clube londrino, o atleta foi bicampeão da Premier League pelo time. Em 211 partidas, o maior jogador islandês da história marcou 55 gols e deu 28 assistências.

Croácia – Modric

Um dos melhores meio-campistas da atualidade, camisa 10 do Real Madrid e o melhor jogador croata que já passou pela Premier League. Este é Luka Modric. Jogando no Tottenham, desfilou com sua habilidade incrível e incomparável. Em quatro temporadas, foram 127 jogos, 13 gols e 15 assistências.

Nigéria – Mikel

Comandante da Nigéria ao lado de Iwobi, do Arsenal, John Obi Mikel é um dos jogadores com mais história no Chelsea. Foram 11 temporadas pelos Blues e dois campeonatos. Entretanto, o volante, que deu dez assistências, marcou apenas um gol com a camisa londrina.

 

Grupo E

Branislav Ivanovic celebrates after scoring
AFP/Getty Images

Brasil – Coutinho

Seis temporadas, camisa 10 de Anfield, ídolo do clube e o principal jogador do time. Apesar de não ser bem um goleador, o meio-campista da Seleção é deslumbrante quando vai para cima de seus adversários. Elogiado por Gerrard, um dos maiores ídolos do clube, Coutinho é a esperança do clube para vencer a Champions League. Assim, iria para a Copa do Mundo com um enorme prestígio e confiança.

Suíça – Xhaka

Duas temporadas pelo Arsenal, 48 jogos na Premier League, dois gols e cinco assistências: estes são os dados de Granit Xhaka no Campeonato Inglês. Esperança da Suíça na Copa, ao lado de Shaqiri, o meia deve dar trabalho para a nossa Seleção.

Sérvia – Ivanovic

O representante sérvio da lista é Ivanovic. Além de Matic, que atualmente está no Manchester United, Branislav Ivanovic jogou no Chelsea e na seleção da Sérvia. Em 261 partidas, venceu três campeonatos ingleses, uma Champions League, uma Liga Europa e participou de 42 gols da equipe, sendo 22 marcando e 20 dando assistências.

Costa Rica – Campbell

Considerado uma promessa da base dos Gunners, Joel Campbell, após uma belíssima participação na última Copa do Mundo, é a esperança dos costa-riquenhos na próxima edição. Em sete temporadas como profissional, Joel não teve tantas oportunidades no Arsenal. Foram 23 jogos, três gols e duas assistências.

Grupo F

Imagem relacionada
Getty Images

Alemanha – Ozil

Meia de grande habilidade, visão e passe, Mesut Ozil pode ser considerado o alemão mais importante na Inglaterra. Há um bom tempo no Arsenal, Ozil já conquistou os torcedores dos Gunners e promete dar muito mais à equipe londrina, caso não saia. Ozil tem como principal habilidade o passe, haja vista suas 47 assistências para gol no Campeonato Inglês.

México – Chicharito

O atacante mexicano é um dos maiores jogadores da história de seu país. Porém, na Inglaterra, não teve tanto sucesso. Aparecendo para o mundo no Manchester United, o jogador acabou de chegar no West Ham, e já vem marcando seus gols.

Suécia – Ibrahimovic

Considerado um dos melhores jogadores da história do futebol, Zlatan Ibrahimovic é o sueco com maior destaque na Premier League. Em sua segunda temporada na competição, o atacante já soma 17 gols em 32 jogos, uma proporção de um a cada duas partidas.

Coreia do Sul – Son

Um dos jogadores em melhor momento no Tottenham é o sul-coreano Son. O ponta do time londrino está sendo de extrema importância para o clube e para a sua seleção, sendo a esperança de gols da última.

Grupo G

Resultado de imagem para Hazard
John Sibley/Reuters

Bélgica – Hazard

A seleção belga tem diversos jogadores históricos na Premier League que vão estar na próxima Copa do Mundo, como De Bruyne, Lukaku, Courtois, entre outros. Porém, um jogador destaca-se mais: Eden Hazard. Chegou jovem ao Chelsea e depois de longos anos é a estrela do time. O jogador venceu dois campeonatos ingleses e disputou o Mundial em 2012.

Panamá 

A segunda seleção que participa da Copa do Mundo na Rússia que nunca teve nenhum jogador representante na Premier League é o país panamenho.

Inglaterra – Kane

Harry Kane é a esperança de gols do Tottenham e da seleção inglesa. Desejado pelo Real Madrid, o inglês já está novamente na briga pela artilharia da Premier League, com 12 gols, um a menos que o líder Salah.

Tunísia – Khazri

Pouco conhecido no mundo do futebol, o tunisiano Khazri é o representante de seu país nesta lista. O meia, que chegou na temporada 2015/16 ao Sunderland, está emprestado ao Rennes da França, enquanto o time inglês disputa a Championship.

Grupo H

Imagem relacionada
Getty Images

Polônia – Fabianski

O goleiro com mais defesas nesta temporada na Premier League é também o polonês com mais história na competição. Com passagem pelo Arsenal, o jogador se destaca no Swansea City.

Senegal – Mané

Um dos melhores jogadores da Premier League é Sadio Mané. O motorzinho do Liverpool já foi um dos eleitos como o “Melhor jogador do Mês” nesta edição do Campeonato Inglês. Pela seleção, o atleta é o maior jogador e a esperança de uma campanha histórica de seu país que conseguiu classificar-se à Copa do Mundo.

 

 Colômbia – Juan Pablo Angel

A seleção colombiana tem o seu goleiro titular atuando na Premier League: David Ospina, do Arsenal. Porém, um jogador histórico pouco conhecido é Juan Pablo Angel. Com sete temporadas disputadas no Aston Villa, o atacante tem 175 partidas, 44 gols e 14 assistências. O colombiano é um dos maiores goleadores sul-americanos da Premier League.

Japão – Okazaki

Jogador que chegou no ano histórico do Leicester, Shinji Okazaki é mais um atleta histórico da Premier League. Representante da seleção japonesa na lista, o atacante, em três anos, ganhou o título da competição em 2015/16, além de marcar 12 gols e ser praticamente um titular absoluto.

 

SHARE
Tenho 17 anos e curso o último ano do ensino médio integrado ao técnico de Administração. Apaixonado por futebol e Jornalismo, sou redator do site PL Brasil.

LEAVE A REPLY