Há motivos para sonhar em Merseyside. Após três temporadas irregulares sob o comando de Roberto Martínez, o Everton contratou um novo técnico na temporada passada: Ronald Koeman. Em comparação ao trabalho de seu predecessor, pode-se dizer que o saldo foi positivo. Os Toffees fizeram um bom campeonato e acabaram isolados em sétimo lugar na Premier League, garantindo lugar nas fases preliminares da Liga Europa.

Confira o guia COMPLETO de cada time da Premier League!

O mais importante de todo o trabalho de Koeman à frente da equipe azul foi que o Goodison Park voltou a ser o temido alçapão para os adversários. Jogando em seus domínios, os Toffees conseguiram 13 vitórias, 4 empates e apenas 2 derrotas. São números animadores para quem se acostumou a ver muitas vitórias em casa.

Para a próxima temporada, tudo indica que o clube vem ainda mais forte do que na anterior. Farhad Moshiri, dono de quase 50% da instituição, mostrou a que veio e abriu os cofres gastando até agora cerca de £100 milhões. Com isso mostrou um novo perfil dos Toffees que agora possuem um bom dinheiro para investir em grandes jogadores.

O homem voltou! (Foto: Divulgação/Premier League)

As vendas de jogadores amados pela torcida colocaram uma pulga atrás da orelha dos fãs da equipe. Romelu Lukaku foi para o Manchester United, Gerard Deulofeu retornou ao Barcelona e Ross Barkley irá sair nessa janela com 100% de certeza, de acordo com o técnico. Entretanto, contratações importantes foram feitas: Davy Klaassen chega para ser o armador da equipe e suprir a falta de Barkley. Sandro Ramírez vem para ser o novo centroavante e já mostrou que tem muita movimentação, força e velocidade.

Michael Keane chega com objetivo de renovar a defesa da equipe que tem idade superior a 30 anos na média. Porém, a maior e mais badalada chegada na USM Finch Farm fica por conta de Wayne Rooney, que voltou a vestir o manto azul após uma longa e bem sucedida passagem pelo Manchester United. Koeman afirmou que Rooney traz uma mentalidade vencedora à equipe e será muito útil nessa temporada. Mas a janela está longe de seu fim e tudo indica que pelo menos mais 3 ou 4 jogadores podem desembarcar em Liverpool até o fechamento do ciclo de contratações.

Há, além de tudo, lesões importantes no elenco. Seamus Coleman, lateral direito titular absoluto, fraturou a perna em jogo pela Irlanda e não deve voltar antes de 2018. Yanick Bolasie tem volta prevista apenas para o começo do ano que vem. Mo Besic vem sofrendo com muitas lesões, mas é possível que jogue ainda no começo da temporada.

O ano promete para o lado azul de Liverpool. Disputando mais competições, o elenco terá que mostrar sua força para poder brigar pela Champions League e ir bem em todos os outros certames.

VEM

Wayne Rooney (Manchester United, free-agent), Jordan Pickford (Sunderland, £30m), Davy Klaassen (Ajax, £23.6m), Michael Keane (Burnley, £30m), Sandro Ramírez (Málaga, £5.2m), Cuco Martina (Southampton, free-agent) e Henry Onyekuru (Eupen, £7m).

VAI

Romelu Lukaku (Manchester United, £75m), Gerard Deulofeu (Barcelona, £10.6m), Tom Cleverley (Watford, não revelado), Aiden McGeady (Sunderland, não revelado), Arouna Koné (dispensado), Brendon Galloway (Sunderland, empréstimo), Conor McAleny (Fleetwood Town, free-agent), Delial Brewster (Chesterfield, free-agent), Russell Griffiths (Motherwell, free-agent), Henry Onyekuru (Anderlecht, empréstimo), Josef Yarney (Newcastle United, free-agent), Courtney Duffus (Oldham Athletic, não revelado), Matthew Pennington (Leeds United, empréstimo) e Joe Williams (Barnsley, empréstimo).

AMISTOSOS

  • 13/Julho: Gor Mahia FC (fora) 1-2;
  • 19/Julho: Twente (fora) 0-3;
  • 22/Julho: KRC Genk (fora) 1-1;
  • 06/Agosto: Sevilla (casa) 2-2.

TIME-BASE

  • Pickford; Martina, Williams, Keane, Baines; Schneiderlin, Gueye; Klaassen, Mirallas; Rooney e Ramírez.

PALPITES

  • Paulo de Faria (PL Brasil): briga por vaga na Liga Europa.
  • Rafael Oliveira (ESPN): briga por vaga na Liga Europa.

Veja mais:
O meio campo do Everton: a arma para a Europa
Como era o mundo do futebol quando o Everton conquistou o seu último título

2 COMMENTS

  1. Tem alguns furos aí. Primeiro que a primeira temporada do Martínez foi talvez a melhor do time nos últimos 20 anos, e aí tá sendo tratada como “irregular”.

    Outro ponto é que, apesar de aparentemente o Everton estar “gastando muito”, o ‘net spend’ da janela até agora é de lucro de £7M, enquanto desde a chegada do Koeman/Moshiri, o gasto é de apenas £14M, considerando compras e vendas. Bem longe dos £100M prometidos quando o Koeman assinou (isso pode mudar caso o Sigurdsson vier por £50M, apesar de ainda ficar um pouco longe dos £100M, e sem considerar uma possível venda do Barkley).

    No mais, o time ainda parece um pouco engessado, pragmático, e a chegada do Sigurdsson pode mudar um pouco isso. Mas, dependendo do entrosamento ao longo da temporada, dá pra brigar por vaga na UCL

  2. engessado? com rooney klassen pickford m keane ? o time é mto bom se tivermos uma temporada parecida com a do ano q leceister ganhou da até para beliscar quarto lugar, mas se os favoritos voarem n da , gueye baita volante , shenneiderlin jogando o q jogou antes do united e com o ótimo klassen promete um meio com boa saida e mta combatitividade e força

LEAVE A REPLY