Para a insatisfação de muitos e para a alegria de poucos… Arsène Wenger estará mais uma vez à frente dos Arsenal para a edição 2017/18 da Premier League. O técnico francês, que renovou por mais duas temporadas no final de maio, terá mais uma chance para colocar a equipe londrina nos trilhos, que ficou de fora da Champions League após 20 anos seguidos de participação!

Confira o guia COMPLETO de cada time da Premier League!

Os trabalhos na atual janela de transferências começaram bem. Logo de cara, os Gunners anunciaram a contratação do bom lateral esquerdo Sead Kolasinac, de 24 anos. O defensor ex-Schalke 04 chegou a Londres sem custos e deve brigar com Nacho Monreal pela titularidade do setor. Já Alexandre Lacazette, o reforço mais caro da história do clube (foram desembolsadas 46.5 milhões de libras), chega para se tornar o principal centroavante do esquema armado por Arsène Wenger. O atacante ex-Lyon acumulou boas médias de gol durante a sua estadia no futebol francês e tem tudo a favor para continuar balançando as redes na terra da Rainha.

Lacazette foi a principal contratação dos Gunners para esta temporada (Foto: Divulgação/Premier League)

A princípio, o treinador francês manterá o sistema de três zagueiros utilizado no finalzinho da última temporada. A tendência é que o setor defensivo seja composto por Shkodran Mustafi, Laurent Koscielny e Per Mertesacker. Também já sabemos que Alexis Sánchez e Mesut Özil são as principais referências de qualidade técnica na equipe de Londres, portanto, a única dúvida do esquema fica por conta do meio de campo. O setor sofre constantemente com lesões de peças-chave como Aaron Ramsey e Santi Cazorla, então é quase impossível prever uma dupla que atue boa parte da temporada. Enquanto não se recupera de lesão, Cazorla sairá atrás na briga. Ramsey e Granit Xhaka começam a temporada 2017/18.

As duas contratações pontuais foram muito importantes para o elenco do Arsenal. Mas Arsène Wenger ainda precisa se movimentar na janela de transferências caso queira ter – pelo menos no papel – um time mais equilibrado capaz de brigar pelo título da Premier League. Um bom zagueiro e um bom meio de campo seriam cruciais nesse sentido. Laurent Koscielny é a referência técnica do sistema defensivo, mas Gabriel Paulista e Shkodran Mustafi não inspiram tanta confiança. E nas ações centrais do gramado, como já citamos, as lesões andam atrapalhando as pretensões táticas do comandante. Francis Coquelin e Mohamed Elneny são, no máximo, bons reservas.

E será que os bons frutos já estão sendo colhidos? No último desafio de pré-temporada, a equipe do Arsenal se mostrou melhor preparada que o Chelsea na final da Community Shield (Supercopa da Inglaterra) ao conquistar o seu 15º título da competição. Os atuais campeões da Premier League e da Copa da Inglaterra terminaram empatados no tempo normal, mas os Gunners foram mais incisivos na maior parte da duelo. Ainda que ambos os clubes tenham jogado sem os seus principais atletas, este é um ponto positivo que não pode ser ignorado.

Ajustar pontos e criar um padrão de jogo sólido. Essas são as duas principais missões de Wenger sob o comando do Arsenal nesta temporada. A equipe londrina precisa ser temida e respeitada na Europa novamente.

VEM

Alexandre Lacazette (Lyon, £46.5m), Sead Kolasinac (Schalke 04, free-agent) e Joel Campbell (Sporting, fim de empréstimo).

VAI

Wojciech Szczesny (Juventus, £10m), Emiliano Martínez (Getafe, empréstimo), Yaya Sanogo (Toulouse, free-agent), Takuma Asano (Stuttgart, empréstimo), Chris Willock (Benfica, não revelado), Stefan O’Connor (Newcastle, free-agent), Kaylen Hinds (Wolfsburg, £2m), Glen Kamara (Dundee, free-agent), Marc Bola (Bristol Rovers, empréstimo), Dan Crowley (Willem II Tilburg, não revelado) e Stephy Mavididi (Preston North End, empréstimo).

AMISTOSOS

  • 13/Julho: Sydney FC (fora) 0-2;
  • 15/Julho: Western Sydney Wanderers (fora) 1-3;
  • 19/Julho: Bayern de Munique (fora) 1-1;
  • 22/Julho: Chelsea (fora) 3-0;
  • 29/Julho: Benfica (casa) 5-2;
  • 30/Julho: Sevilla (casa) 1-2.

TIME-BASE

  • Čech; Mustafi, Koscielny, Mertesacker (Holding); Kolasinac, Xhaka, Cazorla (Ramsey), Bellerín; Özil, Sánchez; Lacazette.

PALPITES

  • Julio César Puiati (PL Brasil): briga por vaga na Champions League.
  • Rodrigo Bueno (FOX Sports): briga por vaga na Champions League.

Veja mais:
Gilberto Silva se declara: uma vez Gunner, sempre Gunner
Pat Jennings: unanimidade entre Tottenham e Arsenal

4 COMMENTS

  1. Ainda que brigue pela CL, acho que sai atrás de todos os outros cinco (Liverpool, Chelsea, Man Utd, Man City, Totenham) e uma vaga vai ser bem difícil de conseguir. Esse ano acho que só as Copas mesmo.

  2. Koscielny nao inspira confiança? Koscielny é um dos melhores da liga. Veja bem, eu falei um dos melhores, nao “o melhor”. Nao acho que o clube precise contratar para o setor defensivo, Koscielny, Mustafi, Monreal, Mertesacker, gabriel, holding e até mesmo o Kolasinac podem cumprir bem as tres opções atras. O meio de campo sim é um problema. Ramsey nao sabe fazer esse miolo de defesa mantendo posição, o tempo todo ele aparece dentro da area deixando muitas vezes o time desprotegido. Acho que arsenal deve jogar com Cech, Koscielny, Mustafi e Monreal na defesa. Ramsey e Xhaka de volantes, por falta de opção melhor pro lugar do ramsey. Bellerin e kolasinac nas alas. Ozil, alexis e lacazette. Eu pelo menos jogaria com esse time.

  3. Se esse time base jogasse sempre, seria uma maravilha. Mas dificilmente teremos esses 11 em condições durante a temporada toda.

  4. Sobre o setor defensivo não há muito o que mudar. Monreal pode fazer o papel de zagueiro pela esquerda, assim como fez na Community Shield e na final da FA Cup. Mustafi é um ótimo zagueiro e acredito que estará melhor ainda nessa temporada. Kos é um dos melhores zagueiros da liga e líder do setor defensivo.
    O problema fica mesmo pro meio com o Ramsey, que não marca bem e não carrega bola na armação de jogo, sobrecarregando Xhaka e o Ozil. Gostaria muito de ver uma contratação para esse setor (Kovacic do Real Madrid seria uma ótima opção), mas enquanto isso não ocorre, é bem possível que o AW inicie com o Elneny na posição.
    Sobre o ataque, gostaria de ver mais atuações do Reiss Nelson, jogou muito bem na pré temporada e os jogos de copa seriam ótimos pra ele.

LEAVE A REPLY