O Chelsea volta para a Champions League após se consagrar campeão inglês sem ter jogado competições europeias na temporada 2016/17. Depois do fiasco da temporada 2015/16, onde o clube terminou em 10º, defendendo o título da temporada passada, os Blues retornaram com força total, comandados pelo italiano Antonio Conte.

O elenco do time londrino sofreu baixas com a venda de Nemanja Matic para o rival Manchester United, a saída do capitão John Terry do clube para o Aston Villa e com a indefinição do futuro do atacante Diego Costa, que apesar de não ter sido vendido na última janela de transferências, não deve voltar a jogar pelo Chelsea devido aos conflitos com Conte, que diz não contar mais com o atacante hispano-brasileiro.

Entretanto, o Chelsea conseguiu trazer bons reforços para as posições onde perdeu esses importantes jogadores. Os destaques são o zagueiro alemão Antonio Rüdiger que foi contratado junto à Roma, adversários dos Blues na fase de grupos da UCL, o volante francês Tiemoue Bakayoko, que foi essencial para o título do Campeonato Francês com o Monaco na temporada passada, e Álvaro Morata, que foi a principal contratação dos Blues para essa temporada, vindo do Real Madrid para assumir o espaço deixado por Diego Costa.

Marcos Alonso comemora um dos gols feitos no Wembley (GETTY Images)

Veja mais:
As 7 maiores façanhas de clubes ingleses na Europa
Lealdade, habilidade e maestria: as exemplares carreiras de Lampard e Gerrard
QUIZ: você sabe quem são os jogadores pelas fotos de infância?

ELENCO DO CHELSEA PARA A UCL 17/18

Willy Caballero, Thibaut Courtois, Eduardo, Antonio Rüdiger, Marcos Alonso, Davide Zappacosta, Gary Cahill, Andreas Christensen, Cesar Azpilicueta, David Luiz, Jake Clarke-Salter, Cesc Fàbregas, Danny Drinkwater, N’Golo Kanté, Eden Hazard, Pedro Rodriguez, Tiemoue Bakayoko, Victor Moses, Kenedy, Charly Musonda, Willian, Kyle Scott; Alvaro Morata, Michy Batshuayi.

Grupo C – Atlético de Madrid, Chelsea, Roma e Qarabag

12/09 – Chelsea x Qarabag – em casa – 15h45 (de Brasília)

27/09 – Atlético de Madrid x Chelsea – fora de casa – 15h45 (de Brasília)

18/10 – Chelsea x Roma – em casa – 16h45 (de Brasília)

31/10 – Roma x Chelsea – fora de casa – 17h45 (de Brasília)

22/11 – Qarabag x Chelsea – fora de casa – 15h (de Brasília)

05/12 – Chelsea x Atlético de Madrid – em casa – 17h45 (de Brasília)

Histórico do clube na UCL

Os azuis de Londres já são veteranos na UCL, com sua primeira aparição na temporada 1999/2000 *(em 1955 o Chelsea foi classificado como o campeão inglês, mas a FA não permitiu que o clube participasse) onde fez boa campanha até as quartas de final e foi eliminado pelo Barcelona.

Em 2003/04, já sob o comando de Roman Abramovich, o clube retornou à Champions League, com o técnico Claudio Ranieri, onde chegou até as semifinais e foi eliminado pelo Monaco.

Desde então, o clube marcou presença em quase todas as edições da UCL, mas foi em 2012 em que o Chelsea foi campeão europeu, vencendo a final contra o Bayern de Munique na Allianz Arena, casa dos bávaros, nos pênaltis após o empate de 1 a 1 no tempo regulamentar.

Na temporada seguinte, os Blues foram eliminados na fase de grupos da competição, terminando na 3ª colocação. Com isso, disputaram a Europa League onde também foram campeões, vencendo o Benfica por 2 a 1 na Amsterdam Arena.

Os Blues voltaram então a UCL, disputando a competição até a temporada 2015/16. Em 2016/17 o clube não se classificou para nenhuma competição europeia, pois terminaram na 10ª posição na Premier League na temporada anterior.

Agora, a expectativa do retorno do clube à UCL é grande, já que são os atuais campeões ingleses, e com o técnico Antonio Conte as expectativas dos torcedores são o de uma boa campanha para os blues, mesmo após terem sido sorteados em um grupo complicado com Atlético de Madrid, AS Roma e Qarabağ.

ANÁLISE DOS ADVERSÁRIOS

O Atlético de Madrid vem de ótimas campanhas na UCL, participando de duas finais em 2013/14 (onde o clube espanhol eliminou o Chelsea nas semifinais) e 2015/16, ambas contra o Real Madrid. Já a Roma também é veterana na competição, e vem de boas temporadas na Serie A, porém o clube ainda acumula campanhas abaixo do esperado na UCL. O Qarabağ é visto como o time mais fraco do grupo, sendo o primeiro clube do Azerbaijão a se classificar para a fase de grupos da UCL.

CURIOSIDADES

  • O Chelsea é o único clube que foi eliminado na fase de grupos da Champions League após terem sido campeões na temporada anterior.
  • O Chelsea é o único clube que foi campeão da Europa League e da Champions League ao mesmo tempo, já que a final da primeira foi 10 dias antes da Champions.
  • O Chelsea era o único clube que tinha vencido as 3 principais competições europeias: Europa League, Champions League e a extinta Cup Winners’ Cup, porém o Manchester United se juntou à lista após vencer a Europa League na temporada passada.

PALPITES:

Pedro Pivato (PL Brasil): Quartas de final

Victor Canedo (Globoesporte.com): Quartas de final

Fernando Campos (Esporte Interativo): Quartas de final

 

SHARE

LEAVE A REPLY