Começo esse texto com uma frase nunca dita antes na história do esporte mais popular do planeta: futebol é momento. Reitero dizendo que futebol é, sim, momento. De seus torcedores, seus atletas, seus dirigentes, suas finanças.

E lá pelas bandas de Manchester, o momento é ótimo. O United fechou a primeira fase da UEFA Champions League com 15 dos 18 pontos possíveis, fez a quarta melhor campanha da fase de grupos. Atrás apenas de Tottenham, PSG e o vizinho azul.  

O City, por sua vez, vive período igualmente espetacular. Não à toa, classificou para as oitavas da Champions com o pé nas costas em um grupo cheio de adversários complicados. Trazendo para dentro do quintal, Guardiola e seus comandados são os líderes da Premier League com absurdos 95,6% de aproveitamento nas 15 primeiras rodadas do torneio.   

Se futebol é momento, os dois melhores times do futebol inglês travam um interessantíssimo duelo na tarde do próximo domingo, em Old Trafford. Por isso, seguem abaixo para cinco razões para assistir o melhor derby de Manchester dos últimos anos, quiçá do século. 

1 – Melhor defesa vs Melhor ataque 

Na vitória sobre o CSKA, os Red Devils chegaram a impressionantes 40 jogos de invencibilidade em seus domínios. Tudo isso se dá ao bom e velho trabalho defensivo de José Mourinho. O United terminou a temporada passada como a segunda melhor defesa da Premier League. Nesta campanha, por sua vez, é o time menos vazado, com apenas 9 em 15 pelejas.  

Os Citizens, por outro lado, tem o melhor ataque da competição e ostentam uma imponente média de 3,2 gol por jogo, totalizando 46 bolas nas redes adversárias. Para se ter ideia de como o setor ofensivo do time azul é mais positivo este ano, na última 15ª rodada, o City tinha 14 menos tentos do que tem agora e ocupava a quarta colocação.  

2 – Mourinho vs Guardiola 

Questionados e distante de incomodar a soberania do Chelsea na temporada passada, os dois treinadores vieram dispostos a se provar neste ano e estão muito bem, obrigado. Não à toa, Mou e Pep ocupam as duas primeiras posições da tabela de classificação.  

Solidez defensiva, compactação, transição rápida, bola aérea forte versus posse de bola, toques curtos, jogo posicional e pressão na saída de bola adversária. Pode-se esperar tudo de Mourinho e Guardiola, respectivamente. 

3 – Rashford vs De Bruyne 

Marcus Rashford surgiu como a promessa iluminada que sempre marcava em suas estreias oficiais, seja por clube ou seleção. Hoje, mais maduro, o camisa 19 é, para este que escreve, a principal arma no arsenal do Diabos Vermelhos. É o dono das bolas paradas e tem sido cada vez mais responsável pelas ações ofensivas do United.  

Kevin De Bruyne, por outro lado, é o cara desse Manchester City. Atuando em qualquer posição do meio de campo, o belga tem sido o motor desse time articulando o time desde a defesa. O dono da camisa 17 azul é o líder de assistências no campeonato com 8 – título que já carrega desde a temporada passada. Além de servir os companheiros De Bruyne tem sido importante nos gols, que, além de belos, tem sido muito decisivos – como no 1 a 0 sobre o Chelsea, em Stamford Bridge.  

Veja mais:
Os maiores clássicos do futebol britânico, segundo a Sky Sports
Qual clube é o maior vencedor do Campeonato Inglês?
Os 10 brasileiros de maior sucesso da história do futebol inglês

4 – Heróis (im)prováveis 

É óbvio que em um clássico dessa magnitude os técnicos vão escalar o que tem de melhor. No entanto, clubes do tamanho desses dois tem ótimas opções para mudar o jogo vindo do banco de reservas. Mourinho deverá dispor de peças como Martial, Juan Mata, Fellaini e até o Zlatan Ibrahimovic.  

Guardiola não fica atrás. Se mantiver a escalação que vem utilizando, o treinador espanhol terá Bernardo Silva, Yaya Touré, Gündogan e Gabriel Jesus para salvar o confronto para o lado azul, se for necessário. 

5 – Fôlego ao campeonato 

O derby pode dar rumos diferentes para o campeonato dependendo de quem sair vencedor. O Manchester United, que faz ótima campanha, pode afastar a taça do rumo de seu rival local.

Afinal de contas, com o assombroso aproveitamento de 95,6% nas 15 rodadas, o City abriu 8 pontos do segundo colocado. Caso saia vencedor, Guardiola e seus comandados abrirão 11 de vantagem, e deixaria a disputa pelo caneco ainda mais difícil.  

Por essas razões, o jogo deste domingo tem tudo para ser o melhor derby de Manchester do século. Basta os atletas estarem inspirados para que vejamos um grande espetáculo. Condição física e técnica eles têm. São os dois melhores times ingleses. Afinal de contas, futebol é momento. 

SHARE
Jornalista louco por futebol.

LEAVE A REPLY