Eles ficaram conhecidos pelos títulos de campeão em seus respectivos esportes, mas também pela língua afiada e pela autoconfiança elevada. O técnico inglês Brian Clough e o boxeador norte-americano Muhammad Ali sempre se destacaram por falarem o que pensavam e acabaram colocando essa fama à prova em um programa de TV da Inglaterra, em 1973.

O campeão mundial de pesos-pesados provocou o treinador, que já tinha conquistado sucesso no Derby County e comandava o Brighton à época, e recebeu uma resposta à altura, mas tudo na brincadeira.

“Eu sou Muhammad Ali. O mundo sabe quem eu sou. Eles sabem que eu sou confiante e sabem que eu falo. Mas tem um cara em Londres, chamado Brian Clough, um jogador de futebol ou sei lá. Enfim, eu ouvi em vários lugares que ele fala muito. As pessoas falam que é um outro Muhammad Ali, mas só existe um Muhammad Ali. Eu quero que você saiba que você não é um boxeador. Sou eu quem falo. Agora, Clough, já deu, pode parar”.

Rindo da provocação sadia de Ali, Clough foi questionado pelo apresentador se iria parar, mas, mais uma vez, respondeu com sua língua afiada.

“Não, eu quero lutar com ele (risos).”

Leia mais:
Top 10 vira-casaca do futebol inglês!
1998/1999: a temporada em que o City, na terceirona, viu o United ganhar tudo
43 brasileiros já balançaram as redes na Premier League; veja lista!

Em 1974, eles finalmente se encontraram pessoalmente, em um evento em Nova York. E o papo entre as duas lendas rendeu essa pérola abaixo.

“Eu (Clough) conversei com Muhammad Ali uma vez e ele me disse: ‘Cloughie, você é muito novo para ser técnico, você deveria estar no boxe’. Bem, eu dei um soco uma vez no Roy Keane, mas não foi muito forte”.

Confira o episódio no vídeo abaixo (sem legendas):

SHARE
Ex-Esporte Interativo e ex-trainee do Estadão, formado em Jornalismo e Sociologia. Apaixonado pela Premier League. Twitter: @pedrohnramos

LEAVE A REPLY